Criar valor apostando na

singularidade, genuinidade e qualidade

Fase 2

Identificação e caraterização dos mercados internacionais 

Queijo Serpa

impulso à internacionalização

é um projeto que tem por objetivo potenciar a internacionalização com sucesso das PME produtoras de queijo de leite de ovelha do Baixo Alentejo com destaque para o Queijo Serpa DOP dos 4 principais concelhos produtores (Serpa, Moura, Beja e Mértola) para Espanha, França, Inglaterra, Alemanha e Suíça através do aumento do reconhecimento e notoriedade do produto nestes mercados, pela disponibilização de conhecimento específico e crítico para este processo de internacionalização e criação de condições envolventes para a promoção internacional coletiva deste queijo.

O projeto desenvolve-se em 7 fases complementares que procuram assegurar uma maior participação e interatividade da parceria copromotora e dos diferentes atores regionais envolvidos:

Fase 1

Criação e partilha de conhecimento

com a elaboração de diagnóstico e caraterização do segmento da produção de queijo de ovelha do Baixo Alentejo e da sua fileira (pontos fortes/fracos e oportunidades/ameaças para a sua internacionalização), bem como a delineação da estratégia de internacionalização com base na qualidade do produto e fatores imateriais de competitividade.

de destino. França, Espanha, Inglaterra, Alemanha e Suíça (constrangimentos e potencialidades para a comercialização do queijo de ovelha do Baixo Alentejo, com destaque para o Queijo Serpa DOP nestes mercados).

Fase 3

Criação de ferramentas

Fase 4

Envolvimento e capacitação dos produtores locais 

para promover e aumentar a visibilidade deste queijo nesses mercados (plano de marketing; plano de comunicação; ferramentas de promoção internacional, ex.: stand, site, vídeo, folhetos).

para este processo de internacionalização (workshops de capacitação, guias práticos para a internacionalização por mercado).

Fase 5

Promoção do queijo de ovelha do Baixo Alentejo

Fase 6

Promoção do projeto e divulgação de resultados

nos mercados, divulgando o produto e identificando potenciais clientes importadores e parceiros com a participação em feiras de referência, organização de ações de prospeção e contacto nos mercados de destino, bem como de missões inversas de importadores e opinion makers à feira do queijo de Serpa.

com o objetivo de assegurar o acesso livre e universal a todas as ferramentas e conhecimentos produzidos no projeto.

Fase 7

Gestão técnica do projeto

privilegiando-se a monitorização e avaliação numa lógica de melhoria contínua de processos, racionalização de uso de recursos e otimização dos resultados e objetivos do projeto.

Estas ações constituem a

agenda principal deste projeto

que se desenvolve ao longo de 24 meses, entre Dezembro de 2016 e Novembro de 2018.

Ao longo deste período é natural que outras necessidades possam surgir dentro desta rede que se procura também construir-se como uma rede dinâmica, ágil e eficiente que dê respostas às necessidades mais prementes do setor e possa inclusive apoiar outras estratégias que as PMEs produtoras considerem igualmente importantes para a valorização do seu produto.

Copromotores
Apoio
Cofinanciamento
Desenvolvimentos
Copyright © 2017 Todos os direitos reservados.   Design Cores ao Cubo
Idealização, textos, fotografias e coordenação