Os Produtos
Copromotores
Apoio
Cofinanciamento
Copyright © 2017 Todos os direitos reservados.   Design Cores ao Cubo
Idealização, textos, fotografias e coordenação

»

»

Genuinidade e Tradição

como conservar

As condições ideais

para manter as características

físicas e organoléticas do queijo são: um local arejado, escuro, relativamente húmido e com temperatura de cerca de 10 º C.

Conservar no frigorífico

Deve deixar o queijo com o papel de embrulho original excepto se estiver embalado em filme plástico, que deve retirar. Existem sacos e papel de embrulho específicos para queijo, vendidos em lojas de especialidade. Estes deixam o queijo “respirar” sem perder humidade. Outra solução é colocar o queijo em papel vegetal

ou outro tipo de papel de cera.

É importante verificar-se qual a zona do frigorífico mais apropriado para guardar, dado que a temperatura na prateleira de baixo, na porta ou na gaveta de legumes podem variar em função do aparelho. Usualmente a gaveta dos legumes (zona humidade controlada) ou a parte média do frigórico têm temperatura mais elevada e mais estabilizada. Deve virar o queijo diariamente.

 

Retirar o queijo do frio duas horas antes de o consumir. A sua temperatura deverá ser aproximadamente 16°C, de forma a poder desfrutar de todas as características sensoriais que tornam o queijo de ovelha tão apreciado.

Conservar à temperatura ambiente

Este método é mais aconselhável para o queijo de ovelha de cura prolongada, contudo pode ser utilizado para o queijo amanteigado.

Para conservar à temperatura ambiente existem à venda caixas de conservação, como por exemplo Cheese Grotto®, que possuem sistemas sofisticados de controlo de temperatura e humidade. Estes aparelhos são os indicados para conservar e maturar queijo. Pode ainda utilizar-se uma caixa de madeira como a da imagem, ou colocar o queijo sobre ripas de madeira, mas o importante é conservar num local arejado, sem correntes de ar e escuro.

Pode-se cobrir o queijo com um pano húmido em água e sal de modo a evitar excesso de secagem. Deve virar o queijo diariamente.

Congelar

O queijo ovelha amanteigado não deverá ser

congelado pois este processo pode provocar alterações negativas nas suas qualidades sensoriais.

O queijo de ovelha de cura prolongada pode ser congelado. Porém, aconselha-se a utilização deste queijo em culinária.

O processo de descongelação, analogamente a outro qualquer alimento, deve ser lento para evitar qualquer alteração do produto, sobretudo, e especificamente neste caso, uma desagregação da massa com consequências desastrosas para a textura, o sabor e aroma do queijo.

Retira-se o queijo do congelador ou arca frigorífica, pelo menos quarenta e oito horas antes de ser servido, e coloca-se na parte inferior do frigorífico, onde a temperatura deve ter, aproximadamente, dez graus Celsius.

Outras sugestões

Evite o contacto dos queijos com outros alimentos crus para não correr o risco de contaminação cruzada.

São utilizadas pelos queijeiros algumas técnicas que permitem diminuir o crescimento de microrganismos à superfície (por exemplo bolor). Estas técnicas baseiam-se em esfregar o queijo com um pano embebido em produtos como azeite, vinho branco ou óleo vegetal, tendo o cuidado de utilizar produtos com sabores pouco acentuados de modo a não influenciar o sabor do queijo. Também se pode lavar o queijo com água com sal ou mesmo água corrente e esfregar com uma pequena escova quando começam a aparecer manchas na casca e depois enxaguar com pano limpo e seco.

Para congelar pode-se envolver o queijo em papel vegetal e depois película aderente.